A DE e a Intimidade - Pharmaceuticals


A DE e a Intimidade

Lembre-se, seu médico ou profissional da saúde é a única e melhor fonte de informações sobre você e sua saúde.

As Diferenças de Natureza vs. Criação no Homem e na Mulher

Para algumas pessoas, especialmente aquelas que apresentam dificuldades sexuais, a função sexual está com frequência associada a um certo grau de ansiedade. Todos desejamos ser bons amantes e proporcionar prazer a nossos parceiros e a nós mesmos. Entretanto, e infelizmente para muitos, as habilidades sexuais parecem muitas vezes definidas pelas habilidades físicas e pelo desempenho. Embora muitos homens costumem definir o sexo de maneira física, não é este o caso num grande contingente de mulheres. O que excita sexualmente o homem, muitas vezes é diferente daquilo que excita a mulher. Infelizmente tal diferença é frequentemente mal compreendida, ou descartada!

Pense por um instante como a sociedade ensinou os homens a se relacionarem entre si. Pense no que assistimos no cinema ou na TV. Apertamos as mãos, nos damos tapas nas costas, e abraços nas ocasiões importantes. Pai e filho se relacionam simulando lutas e por meio de outras brincadeiras físicas. Você já não fez queda de braço com seu pai, irmão ou amigos? Os homens e os rapazes fazem as coisas juntos. Eles jogam bola, vão à pescaria, trabalham no carro, cortam a grama. Para muitos homens as palavras são menos importantes para o desenvolvimento e manutenção de um relacionamento. A ação é a chave do convívio. Eis uma razão porque um problema sexual pode ser tão difícil para os homens. Nossa cultura não ensinou aos homens a abordarem estes temas. A preocupação, o constrangimento e a falta de experiência muitas vezes dificultam a comunicação verbal.

Por outro lado, as mulheres em nossa sociedade aprenderam a se relacionar através das palavras. As mulheres sentem com frequência que o aspecto mais importante de seu relacionamento seja até que ponto o casal é capaz de expressar-se sobre seus problemas. Muitas mulheres não acham uma "boa comunicação" falar sobre automóveis, esportes ou coisas que interessam ao homem. Elas poderão estar mais atentas aos sentimentos e pensamentos. As mulheres gostam de ouvir que são apreciadas pelo que representam, ou que seu auxílio é valorizado. Os homens aceitam muitas vezes como corriqueiras estas coisas, e não veem necessidade de entrar em detalhes. Acreditam que as mulheres “já sabem” de tais coisas e que não seja necessário mencioná-las afinal das contas, veja tudo o que "faço" e que demonstra o nosso amor.

Às vezes prestar atenção a estas diferenças tão simples pode proporcionar uma expressiva mudança na qualidade do contato sexual. Você quer exemplos?

O homem 'demonstra' seu amor de forma diferente da mulher.

Ao se solicitar à maioria dos homens para descrever as maneiras em que manifestam seu amor pela parceira, muitos deles dirão que o demonstram ao fazerem coisas para, e com, suas parceiras. Entre os exemplos encontram-se o amparo financeiro (casa e coisas materiais, etc.), passar tempo ao seu lado, ir a passeios, assistir à TV, frequentar um restaurante, mandar consertar seu carro e, claro, fazer sexo. Pode-se chamar esta forma de manifestação do amor de "atividade partilhada". Em outras palavras, muitos homens manifestam seu amor passando tempo ao lado de suas parceiras e fazendo as coisas com elas uma abordagem do amor pela ação. As palavras, ou seja, a comunicação verbal, é comumente tida pelos homens como menos importante já que os homens foram treinados por nossa cultura a pensar que "a ação fala mais alto que a palavra".

Por outro lado, muitas mulheres costumam demonstrar seu carinho através do diálogo e compartilhamento pessoal. É isto o que muitas fazem entre si. Coloca-se grande ênfase na comunicação verbal. A intimidade emocional, ou a proximidade, é o objetivo mais importante. Para muitas mulheres, ser honesta em relação aos sentimentos, ser franca e falar do relacionamento, demonstra o amor pelo parceiro.

Infelizmente, esta intimidade é frequentemente a primeira vítima dos problemas sexuais tais como a DE. As pesquisas têm demonstrado quando a DE está presente, não apenas diminui a frequência da relação sexual o que não é nada surpreendente, mas diminui também o ritmo dos demais comportamentos carinhosos e íntimos. Os casais onde os homens padecem de DE em seu relacionamento, falam de menos contato físico, menos mãos dadas, abraços e beijos atividades que embora não de natureza sexual, refletem a intimidade e segurança recíproca do casal.

Muitas mulheres (e homens) gostam de um parceiro que pode e sabe falar de seus sentimentos, com franqueza. Se você está ansioso ou preocupado com algo, em especial com o sexo ou com relação à ereção, por que não falar?

A maioria das mulheres também deseja um parceiro que consiga dizer "Eu te amo". Muitos homens simplesmente não se dão conta da importância de se comunicar com sua parceira desta forma simples.

Em geral, o homem e a mulher são diferentes de maneiras mais variadas que as físicas conhecidas. Muitas mulheres querem parceiros autênticos, francos, honestos e generosos, acreditando que uma forma importante de sua manifestação seja mediante a comunicação verbal. Isto não é sempre de fácil assimilação pelos homens, e infelizmente muitas mulheres também têm dificuldade em explicar a seus parceiros exatamente o que estão procurando. É necessário um grande esforço para manter-se disponível emocionalmente e sensível às aspirações de seu parceiro. Portanto, ao dar menos exclusividade às questões físicas, um casal poderá com frequência atingir um novo patamar de proximidade e intimidade, embora esteja passando por dificuldades sexuais.

DE e Relacionamento

Mais informações sobre este tópico:

L.BR.GM.2012-07-03.0951

Ferramentas
.
Bayer Para Homens

http://pharma.bayer.com.br/pt/areas-terapeuticas/saude-de-a-a-z/disfuncao-eretil/disfuncao-eretil-relacionamento/disfuncao-eretil-intimidade/index.php

Copyright © Bayer Pharma AG